quinta-feira, 4 junho, 2020
fat boy in cap eats a hamburger
AlimentaçãoAlimentação Infantil

Confira os 7 principais erros na alimentação infantil

Mesmo com boas intenções, alguns pais cometem falhas na hora de alimentar seus filhos.

36visualizações

Muitos pais de primeira viagem têm medo de cometer erros na alimentação infantil. E com razão: uma dieta balanceada desde cedo é garantia de saúde reforçada e desenvolvimento adequado. Confira a seguir os principais problemas que alguns adultos bem intencionados acabam cometendo.

garoto com hambúrguer ilustra erros na alimentação infantil
fat boy in cap eats a hamburger

Comer lanches em frente à TV não é um hábito saudável. Foto: iStock, Getty Images

7 erros na alimentação infantil

1. Dar chá e água para recém-nascidos

O leite materno deve ser o alimento exclusivo até os 6 meses de vida do bebê. Ele contém todos os componentes necessários para nutrir e hidratar a criança. Após esse período, as papinhas podem ser introduzidas no cardápio.

2. Bater sopas

As refeições pastosas demais levam poucas quantidades de fibras e impedem que a criança aprenda a mastigar. Você pode peneirar o caldo e adicionar alguns pedacinhos de alimentos para estimular esse processo. Converse com o pediatra para saber a hora certa de fazer isso.

3. Não temperar os alimentos

Todos os pratos servidos para a criança devem ser gostosos e temperados na medida certa. Invista em opções naturais, como alho, cebola, salsinha e cebolinha. O sal deve ser utilizado em pequenas quantidades.

4. Forçar a alimentação

As refeições não devem ser encaradas como uma obrigação. Os pais precisam identificar os sinais e entender quando a criança está saciada. O exagero na cobrança pode transformar o momento em uma tortura. Criança deve manter horários para os lanches, mas não precisa raspar o prato apenas porque o adulto quer.

5. Comer em frente à TV

Esse é um dos principais erros da alimentação infantil. Quando a criança assiste a algum programa, fica distraída e pode exagerar na quantidade de alimentos que ingere. Portanto, realize as refeições com a TV desligada.

6. Beber durante a refeição

Sucos naturais e água são indispensáveis para manter o bom funcionamento do organismo, mas não devem ser consumidos durante o almoço ou o jantar. As bebidas podem diluir o suco gástrico e dificultar a digestão.

7. Tratar sobremesa como recompensa

Jamais avise para a criança que, ao esvaziar o prato, ela ganhará um doce. Essa atitude pode deixar o pequeno ansioso.

Os segredos da boa alimentação infantil

Os pais precisam ensinar a importância dos alimentos naturais desde cedo. Frutas, verduras e legumes devem ser vistos como aliados da saúde e podem ser adicionados em todas as refeições infantis. Explique para a criança quais são os benefícios do consumo desses itens – sem, é claro, eliminar completamente as guloseimas.

Brigadeiro de biomassa de banana-verde, tortas de bolacha integral e outros doces podem ser boas alternativas de sobremesas. Porém, o pequeno deve encará-las como opções a serem saboreadas em ocasiões especiais.

Croissants, bolos recheados, biscoitos, queijos amarelos, embutidos e cereais açucarados devem dar lugar a frutas, pães integrais, queijos brancos e geleias naturais. Converse com um nutricionista ou pediatra para encontrar as melhores opções para a dieta do seu filhote.

Quais desses erros na alimentação infantil você já cometeu com seus filhos? Compartilhe o artigo e debata essas questões com outros pais e mães! E não deixe de conferir as novidades de saúde e bem-estar do Viver Bem Saúde.

Deixe um comentário